sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Dia da saudade

O poeta e escritor Rubem Alves diz que a saudade é o reflexo de momentos mal vividos. Não concordo. A saudade não pode ser tão pouco. A saudade é o sentimento do devir. É uma vontade enorme que não cabe em um abraço.

A saudade é oportunidade de tornar possível o impossível tornando-se a realização acordada do sonho. A saudade é querer estar em todos os lugares lindos que conhecemos ao mesmo e sem a preocupação de deixá-los, e ao mesmo tempo permanecer no aconchego do lar sem sair para trabalhar sentido o cheiro do amanhecer. A saudade é ter o abraço da pessoa amada durante o dia todo, todos os dias, é sentir o vento de uma motocicleta em alta velocidade batendo no rosto. Saudade é a expressão do amor desvairado superando o patético humano da vida moderna.

Saudade é sentir, sentir é humano, porque a saudade sou eu e a saudade é você!