sábado, 20 de maio de 2006

O medo

Texto de Marianne Williamson

O nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados. Nosso medo mais profundo é o de sermos poderosos além das medidas. O que mais nos assusta é a nossa luz, não a nossa escuridão. Quem sou eu para ser brilhante, bela, talentosa, fabulosa? Não verdade quem é você para não ser tudo isso? Você é filho de Deus. Bancar o insignificante não presta um serviço ao mundo. Nada há de iluminado em se diminuir para os outros não se sentirem inseguros perto de você. Todos fomos feitos para brilhar, como brilham as crianças. Nos nascemos para manifestar a glória de Deus, que está dentro de nós. Não está só em algumas pessoas, mas em todas. E, quando deixamos nossa luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo. Quando nos livramos de nosso medo, nossa presença automaticamente libera os outros.

http://www.albiofabian.xpg.com.br